EDUCAÇÃO INCLUSIVA: A ATUAÇÃO DO PROFESSOR DE APOIO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/rppoi.v17i1.57909

Palavras-chave:

Inclusão escolar, Professor de Apoio, Alunos com deficiência, Escolarização

Resumo

Este artigo propõe realizar análise e reflexão a respeito do professor de apoio como coparticipante no processo de escolarização de crianças com deficiências dentro da escola inclusiva. Sua participação neste processo é ainda incipiente, uma vez que muitas escolas regulares não sabem que podem contar com este profissional, ou negligenciam na busca de melhores condições de aprendizagem para estas crianças. O trabalho de pesquisa aqui exposto evidenciou estes aspectos. A escola que mantinha o professor de apoio para um aluno com deficiência intelectual se encontrava em vantagem relativa quanto ao desenvolvimento da aprendizagem. Este docente tem um papel bastante importante quando seu trabalho é feito em parceria com o professor da classe. O professor de apoio deve ser um profissional habilitado ou especializado em educação especial, que trabalha com o aluno deficiente que precise de apoio intenso e contínuo e que esteja inserido em salas regulares. Deve auxiliar a criança deficiente, o professor regente e a equipe técnica que por vezes presta atendimento às crianças deficientes. Deve ser detentor de conhecimentos específicos como código de linguagens e técnicas que possibilitem ao aluno o aprendizado dos conteúdos ensinados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

14-12-2019

Como Citar

MENDONÇA, A. A. D. S.; NETO, W. G. EDUCAÇÃO INCLUSIVA: A ATUAÇÃO DO PROFESSOR DE APOIO. Poíesis Pedagógica, Catalão, v. 17, n. 1, p. 111–125, 2019. DOI: 10.5216/rppoi.v17i1.57909. Disponível em: https://periodicos.ufcat.edu.br/poiesis/article/view/57909. Acesso em: 14 jun. 2024.