REMANDO NAS REDES SOCIAIS: O DESAFIO DA EDUCAÇÃO ESCOLAR KOKAMA EM TEMPOS DE PANDEMIA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5216/lep.v25i1.71630

Palavras-chave:

Educação indígena, Escola indígena, Kokama, Covid-19

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar a reelaboração da educação escolar Kokama em tempo de pandemia de Covid-19, as formas de adaptação à imposição do distanciamento social, realçando o uso de tecnologias e a criação de materiais didáticos e recursos pedagógicos inovadores, criativos e lúdicos. O texto faz uma síntese das iniciativas do povo Kokama, em especial a partir da experiência da autora - professora e pesquisadora indígena - destacando o resultado do empenho de diversos agentes e instituições, como o movimento indígena e universidades públicas, ao enfrentaram os desafios de reelaborar a escola indígena neste contexto. Salienta-se o atual papel do ensino da língua Kokama, outrora quase desaparecida, que objetiva sua vitalização e que conta hoje com aplicativos de celular desenvolvidos especialmente para este fim. Além da observação participante, os procedimentos metodológicos incluíram a revisão bibliográfica e de fontes jornalísticas e a pesquisa narrativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Altaci Corrêa RUBIM, Universidade de Brasília (UnB), Brasília, Brasil, altacirubim@gmail.com

Professora e pesquisadora do Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas (LIP), do Instituto de Letras (IL) da Universidade de Brasília (UnB), e do Projeto Nova Cartografia Social da Amazônia - PNCSA/UEA. Graduada em Normal Superior, pela Universidade do Estado do Amazonas (2005), e em Pedagogia, pela Universidade Leonardo Da Vinci (2009); Mestre em Sociedade e Cultura na Amazônia - PPGSA/UFAM (2011) e Doutora em Linguística pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística da UnB (2016).

Sheilla Borges DOURADO, Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Uberlândia, Goiás, Brasil, sheilla.dourado@gmail.com

Professora colaboradora no Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e pesquisadora na Rede Nova Cartografia Social. Graduada em Direito pela Universidade Federal de Uberlândia (1999); Mestre em Direito Ambiental pela Universidade do Estado do Amazonas (2009); Doutora em Direito pela Universidade Federal do Pará (2014). Possui Pós-Doutorado pelo Programa de Pós-Graduação em Cartografia Social e Política da Amazônia da Universidade Estadual do Maranhão (2017).

Referências

ALMEIDA, Alfredo Wagner Berno; RUBIM, Altaci Corrêa. Kokama: a reconquista da língua e as novas fronteiras políticas. Revista Brasileira de Linguística Antropológica, Brasília, v. 4, n. 1, p. 67-80, 2013. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/ling/article/view/20669. Acesso em: 10 ago. 2021.

A QUEM interessar: O Povo indígena Kokama na guerra contra o coronavírus. Nova Cartografia Social da Amazônia, Manaus, 22 maio 2020. Disponível em: http://novacartografiasocial.com.br/a-quem-interessar-o-povo-indigena-kokama-na-guerra-contra-o-coronavirus. Acesso em: 27 ago. 2021.

AZEVEDO, Isabel Cristina Michelan de; PIRIS, Eduardo Lopes. Tradição e dispositivo de ensino de língua estrangeira: uma discussão em torno do livro didático de PLE. In: SÁ, Rubens Lacerda de; GUEDES, Sônia Margarida Ribeiro (org.). Português para falantes de outras línguas: materiais didáticos, formação de professores e ensino de gramática. Campinas: Pontes, 2016. p. 45-69.

BANIWA, Gersem. VII Encontro Questão Indígena e Educação. [S. l.: s. n.], 2021. 1 vídeo (2 min). Publicado pelo canal do Museu do Índio (UFU). Disponível em: https://youtu.be/dsuUirIR0wA. Acesso em: 20 ago. 2021.

FARIAS, Elaíze. Sesai confirma primeiro caso de coronavírus em indígena brasileiro. Amazônia Real, Manaus, 1 abr. 2020a. Disponível em: https://amazoniareal.com.br/sesai-confirma-primeiro-caso-de-coronavirus-em-indigena-brasileiro/. Acesso em: 30 ago. 2021.

FARIAS, Elaíze. A morte está vindo muito rápido em meu povo. Amazônia Real, Manaus, 14 maio 2020b. Disponível em: https://amazoniareal.com.br/a-morte-esta-vindo-muito-rapido-em-meu-povo-diz-professora-kokama-sobre-a-covid-19/ Acesso em: 27 ago. 2021.

FIGUEIREDO, Francisco José Quaresma de. Vygotsky: a interação no ensino/aprendizagem de línguas. São Paulo: Parábola, 2019.

RAMOS, Ana Adelina Lôpo. Princípios teórico-metodológicos em práticas pedagógicas de Português Brasileiro como língua adicional -PBSL. In: CORDÉLIA, Francisca et al. (org.). Diálogos em português brasileiro como língua adicional. Brasília: UAB; UnB, 2017. p. 19-48.

ROJO, Roxane; MOURA, Eduardo. Letramentos, mídias, linguagens. São Paulo: Parábola, 2019.

RUBIM, Altaci Correa. O novo Coronavírus a Kutipa/ Kanuparita dos povos indígenas no século XXI. In: ALMEIDA, Alfredo Wagner Berno de; MARIN, Rosa E. Acevedo; MELO, Eriki Aleixo de. Pandemia e Território. São Luís: UEMA Edições/ PNCSA, 2020. p. 387-404.

VERMELHO, Sônia Cristina et al. Refletindo sobre as redes sociais digitais. Educação e Sociedade, Campinas, v. 35, n. 126, mar. 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/j/es/a/4JR3vpJqszLSgCZGVr88rYf/?lang=pt. Acesso: 14 ago. 2021.

Downloads

Publicado

01/26/2022

Como Citar

RUBIM, A. C.; DOURADO, S. B. REMANDO NAS REDES SOCIAIS: O DESAFIO DA EDUCAÇÃO ESCOLAR KOKAMA EM TEMPOS DE PANDEMIA. Linguagem: Estudos e Pesquisas, Goiânia, v. 25, n. 1, p. 43–60, 2022. DOI: 10.5216/lep.v25i1.71630. Disponível em: https://periodicos.ufcat.edu.br/lep/article/view/71630. Acesso em: 23 maio. 2024.

Edição

Seção

Práticas e Vivências na Educação Escolar Indígena