A TRANSDISCIPLINARIDADE E O AMBIENTE ESCOLAR:

(RE)PENSANDO AS RELAÇÕES INTERPESSOAIS E ESCOLARES

Autores

  • Geovana Carla Santana Arantes Universidade Federal de Catalão
  • Maria Terezinha Carolina Universidade Federal de Catalão

DOI:

https://doi.org/10.5216/emb.v20i02.71909

Resumo

 O presente artigo analisa e discute a (não) utilização da Transdisciplinaridade como ferramenta na Educação, problematizando e reconstruindo as relações interpessoais e escolares. O recurso metodológico utilizado, foi uma pesquisa bibliográfica, de caráter qualitativo, que buscou subsídios nas ideias de teóricos como: Foucault (2002), Morin (2004), Maturana (2006), dentre outros. Apresentando as dificuldades de trabalhar as redes de afetos de modo transdisciplinar na educação, visto que, os padrões pedagógicos que sustentam as redes de ensino nas escolas, não perspectivam o ensino de modo transdisciplinar. O artigo apresenta o processo de inserção das práticas transdisciplinares na Finlândia e a possibilidade de transformação que poderia ser somada nas redes de ensino futuramente.

Biografia do Autor

Geovana Carla Santana Arantes, Universidade Federal de Catalão

Historiadora e Mestra em História pela Universidade Federal de Catalão (UFCAT).

Maria Terezinha Carolina, Universidade Federal de Catalão

Graduada em licenciatura em História - UFG (Regional Catalão). Aluna Especial pelo PPGHMP - UFCAT. 

Publicado

2023-12-15