MISSÃO SUEZ (1956):

A Influência da Escola Superior de Guerra (ESG) na Composição da Força Militar Brasileira

Autores

  • Virgílio Caixeta Arraes Universidade de Brasília, Brasília, DF, Brasil
  • Bruno R. Santiago Dantas

DOI:

https://doi.org/10.5216/o.v21i1.72416

Resumo

Na Guerra Fria, a ideologia influenciava bastante grupos políticos civis e militares; no Brasil, havia dois grupos predominantes: um mais nacionalista e outro mais filo-americano. Após a crise de Suez, a Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceria missão de paz, a qual contaria com a participação do Brasil. Nesse sentido, a Escola Superior de Guerra, identificada aos ideais dos Estados Unidos, desejaria influenciar a composição do destacamento, conhecido como Batalhão Suez.        

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno R. Santiago Dantas

Docente na Secretaria de Educação do DF, Doutor em História (UNB)

Publicado

2024-03-27

Como Citar

ARRAES, V. C.; R. SANTIAGO DANTAS, B. MISSÃO SUEZ (1956):: A Influência da Escola Superior de Guerra (ESG) na Composição da Força Militar Brasileira. OPSIS, Goiânia, v. 21, n. 1, 2024. DOI: 10.5216/o.v21i1.72416. Disponível em: https://periodicos.ufcat.edu.br/Opsis/article/view/72416. Acesso em: 13 abr. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Ruralidades e meio ambiente: retrocessos e desmontes institucionais